ALERGIA – Sabe o que é?

Todos nós conhecemos amigos e/ou familiares com problemas alérgicos. Na Europa as doenças alérgicas afetam mais de um terço da população e Portugal não é exceção! De fato as doenças alérgicas têm vindo a aumentar nas últimas décadas fruto do desenvolvimento económico e industrial, poluição atmosférica, alterações e processamento dos alimentos, tabagismo, sedentarismo…

Mas o que é uma Alergia? O que a provoca?
A alergia é uma resposta exagerada do organismo a agentes do ambiente à sua volta. Ou seja, reagimos e lutamos energicamente contra algo que geralmente causa pouca ou nenhuma resposta na maioria das pessoas.

Os alergénios são os agentes que provocam a alergia e podem ser:
– ambientais (ácaros, pólens, fungos, animais ou insetos…)
– agentes químicos (diluentes, detergentes, cosméticos, medicamentos…)
– outros (sol, frio, água…)

Que tipos de Alergia?
A alergia pode manifestar-se de diferentes formas: rinite, asma, alergia alimentar, alergia a picadas de insetos, alergia a medicamentos, dermatite atópica… Em muitos casos estão presentes várias formas num mesmo indivíduo, o que condiciona muito a sua qualidade de vida, o seu desempenho profissional e o ambiente familiar.

A Alergia tem cura?
As alergias são patologias crónicas, não têm cura mas podem e devem estar controladas para minimizar os sintomas e garantir ao alérgico uma vida plena e saudável. Muitas vezes os alérgicos passam anos sem terem manifestações e isso é sinal que a doença está bem controlada.

Quais os sinais/sintomas mais frequentes?
As manifestações alérgicas variam apresentando sintomas respiratórios (como espirros, tosse, rinorreia, pieira,..), sinais e sintomas cutâneos (urticária, eczema, prurido,..) Quando são incómodas e condicionam o bem-estar do indivíduo obrigam a avaliação clínica e tratamento farmacológico.

A Alergia pode ser grave?
Há casos em que ocorrem reações alérgicas graves, potencialmente fatais que surgem rapidamente após o contacto com um alergénio específico. Estas reações são chamadas de – reações anafiláticas:
A anafilaxia é uma reação desencadeada por células de defesa do organismo, mais ou menos generalizada e normalmente é evidente em poucos minutos (mas em alguns casos pode ocorrer após algumas horas). As causas mais comuns são alimentos(cogumelos, frutos secos, marisco, ovos..), medicamentos (antibióticos, anestésicos,..)picadas de insetos (abelhas e vespas..), latéx, etc.
Embora a mortalidade seja baixa(cerca de 2% dos casos)a anafilaxia pode ser fatal e por isso é essencial determinar o agente causador para evitar a exposição. Os sintomas cutâneos estão presentes em 90% dos casos, seguem-se os sintomas respiratórios (40-60%), os sintomas cardiovasculares(30-35%) e os sintomas digestivos(- de 30%).
Qualquer um de nós pode ter uma reação anafilática mas o risco é mais evidente em pessoas com atopia, em que existe uma tendência genética para a ocorrência de alergia.
Quando o agente “culpado” está identificado devem tomar-se medidas de prevenção para que não volte a acontecer – a educação é essencial para prevenir!
Saiba mais no nosso post – Anafilaxia – tudo o que deve saber!

Quando procurar um profissional de saúde?
Se tem sintomas de alergia( tosse, espirros constantes, muita comichão, pingo ou congestão nasal, falta de ar,..) é essencial procurar aconselhamento médico. O diagnóstico e o tratamento das doenças alérgicas é muito importante porque permite identificar e abordar a causa, melhorar a qualidade de vida e prevenir o aparecimento de doenças mais graves. Não ignore!!