Trocas e Devoluções

Se por algum motivo não ficar satisfeito, pode solicitar a sua devolução ou troca até 15 dias a contar da receção dos bens. Para esse efeito deverá devolver os produtos intactos e na embalagem original. Será reembolsado do valor pago pelos produtos de acordo com os prazos legais (Decreto-Lei nº 143/2001, de 26 de Abril).

Por razões de higiene não podemos garantir o reembolso ou troca de qualquer produto aberto ou usado. Não podemos, de igual forma, garantir o reembolso para produtos personalizados ou mercadorias sob medida que não se encontrem danificados ou com defeito.

Informamos que a AlergoStop apenas será responsável pelos portes associados à devolução de bens que não tenham sido corretamente fornecidos, designadamente que se apresentem defeituosos ou danificados. Deverá contactar a AlergoStop imediatamente após a receção de um produto danificado no sentido de uma breve regularização da situação. Se no ato da entrega verificar que a embalagem está danificada, não assine a respetiva guia da transportadora e recuse a receção. Sempre que sejam identificadas estas situações entre de imediato em contacto com a AlergoStop a notificar o ocorrido.

Para todos os efeitos de devolução contacte-nos através do endereço info@alergostop.pt
e enviaremos um formulário para o seu e-mail, que deve preencher, assinar e devolver juntamente com os produtos.

A AlergoStop não assume quaisquer responsabilidades por danos ou extravios de bens devolvidos. Sugerimos que a devolução seja efetuada com comprovativo de entrega. Após conferência dos produtos devolvidos, a valor será creditado no NIB/IBAN que indicar e num prazo máximo de 5 dias úteis.

Legislação aplicável:

•Contratos celebrados à distância e fora do estabelecimento comercial – Decreto-Lei n.º24/2014, de 14 de Fevereiro.
•Comércio eletrónico no mercado interno e tratamento de dados pessoais – Decreto-Lei n.º 7/2004, de 7 de Janeiro.
•Lei de Defesa do Consumidor – Lei n.º 24/96, de 31 de Julho.
•Venda de bens de consumo e das garantias a ela relativas – Decreto-Lei n.º 67/2003, de 8 de Abril.

Top
X